Marketing de Afiliados: O que é, Como Ter Sucesso e Faturar Alto Sendo Afiliado

“Marketing de Afiliados é uma estratégia comercial em que uma empresa ou produtor utiliza para aumentar o alcance e promoção da sua marca. Dentro do ambiente digital, isso é feito por meio da força de vendas de afiliados que recebem comissões por cada venda realizada”.

Marketing de afiliados é uma nova forma de trabalhar marketing e que possibilita a ampliação de canais de comunicação e também a maneira de realizar essa comunicação, para alcançar o futuro cliente.

O consumidor está cada vez mais exigente e, diante de tantas informações e ofertas de produtos e serviços de todo tipo, ele já sabe qual o tipo de publicidade é interessante para ele no momento em que vai decidir adquirir algum produto ou serviço pela internet.

E, por esse motivo, se você quer atrair mais pessoas para o seu negócio, precisa estar sempre atualizado, principalmente inovando nas relações comerciais.

Continue lendo este artigo até o final e saiba tudo que precisa sobre Marketing de Afiliados.

O que é Marketing de Afiliados?

Para começar, saiba o que é Marketing de Afiliados.

Marketing de Afiliados é uma relação comercial em que uma empresa ou produtor paga uma comissão por cada venda que o afiliado faz.

O Marketing de Afiliados é uma excelente forma de trabalhar em casa pela internet e de alcançar um público bem maior, caso você seja um produtor.

Veja a seguir como funciona todo o processo.

Como funciona o Marketing de Afiliados

Confira a seguir, de forma bem simples, como funciona o processo de Marketing de Afiliados.

Primeiro o produtor faz o lançamento de um produto;

Depois, o afiliado trabalha na divulgação do produto em seus canais de divulgação, como blog, perfis ou páginas em redes sociais;

O consumidor clica no link de afiliado e finaliza a compra;

O link da venda realizada é rastreado pela plataforma de afiliados;

O produtor recebe o dinheiro da venda do produto;

Finalmente, o afiliado recebe a comissão pela venda que realizou através do seu link de afiliado.

O afiliado não precisa criar nenhum produto para conseguir ganhar dinheiro na internet, e muito menos ter uma ideia revolucionária para resolver o problema de alguém.

Ele gera renda através da venda de um produto de outra pessoa ou empresa, e utiliza seus canais de comunicação, como blog, site, páginas e perfis em redes sociais, entre outros, para divulgar seu link de afiliado.

Já quem trabalha com Marketing de Afiliados sendo produtor, terá vários canais para distribuir os seus produtos, incluindo plataformas de afiliação, o que faz gerar muitas vendas.

No Marketing de Afiliados, o consumidor tem mais poder de decisão, pois, com mais meios para procurar o que precisa.

COMO FUNCIONA O MARKTING DE AFILIADOS?

1º – O consumidor clica no link de afiliado e finaliza a compra.
2º – O link da venda realizada é rastreado pela plataforma de afiliados.
3º – O produtor recebe o dinheiro da venda do produto.

Por quem o Marketing de Afiliados é formado?

O Marketing de Afiliados é formado basicamente por três grupos de pessoas, que são:

Produtores (vendedores)

Os produtores (ou vendedores) são as empresas ou empreendedores que criam (possuem) um produto para que seja vendido através do Marketing de Afiliados.

Para impulsionar as vendas do seu produto, o produtor (vendedor) ou a empresa utiliza plataformas de afiliados sempre que pensa em lançar ou divulgar um novo produto.

Através do trabalho dos afiliados, o produtor (vendedor) ou a empresa aumenta o alcance do público-alvo e, consequentemente, as vendas também.

E o melhor de tudo isso é que, para isso, a empresa ou o produtor economiza muito dinheiro que gastaria com anúncios.

Além disso, o trabalho do afiliado pode ser mais eficaz do que o uso de anúncios, pois, o consumidor está mais exigente e informado e, por isso, nem sempre se interessa pelos produtos exibidos em anúncios.

Afiliados

Os afiliados são as pessoas que divulgam o produto através de estratégias de marketing digital e que recebem uma comissão por cada venda que for realizada.

O afiliado gera vendas através da divulgação do produto em suas redes sociais, através de um blog, anúncios, banners em blogs de terceiros, entre outras estratégias.

Mas, a estratégia que tem apontado maior eficácia para converter visitantes em clientes é criação e publicação de conteúdo em um blog.

Como já falei inúmeras vezes, o blog é a estratégia que gera resultados mais sólidos, pois é uma estrutura completamente sua, você publica o conteúdo que desejar e não corre o risco de ser banido ou penalizado, perdendo todo o seu trabalho.

Com um blog você poderá investir em estratégia de atração do público-alvo, através do Inbound Marketing, e ainda aplicar várias outras estratégias do marketing digital, para realizar vendas.

Clientes

Os clientes são as pessoas atraídas pelo afiliado e que fecham a compra do produto oferecido.

O cliente é aquela pessoa que acessou o conteúdo do seu blog ou clicou no anúncio por curiosidade ou porque já buscava por uma solução para o seu problema e que fechou a compra.

Marketing de Afiliados – Tipos de divulgação

Você já sabe como é formado o Marketing de Afiliados, agora você vai saber quais são os tipos de divulgação mais utilizados para atrair clientes.

Veja a seguir.

Custo por Clique (CPC)

O CPC é o tipo de divulgação em que o afiliado recebe dinheiro por cada clique realizado.

Ou seja, o afiliado recebe dinheiro do produtor ou empresa cada vez que alguém clica no anúncio do blog, fanpage, site ou qualquer outro lugar onde o anúncio está sendo vinculado.

Os cliques são contabilizados e monetizados em qualquer formato de anúncio, ou seja, o afiliado vai receber pagamento por clique em banner, texto, e-mail marketing, imagem, pop-up…

O valor por cada clique é fixado, de acordo com cada anunciante.

Custo por Ação (CPA)

O CPA é um tipo de divulgação em que o afiliado recebe um pagamento por uma ação realizada pelo usuário.

Nesse tipo de divulgação, além de clicar no anúncio, o usuário precisa realizar alguma ação, para que o afiliado possa receber a remuneração.

Essas ações podem ser o preenchimento de um formulário, o cadastro no site, o download de algum material ou algo semelhante.

Como você pôde entender, a remuneração paga pela empresa ou pelo produtor é contabilizada pelas ações realizadas pelo usuário.

Custo por Mil Impressões (CPM)

O Custo por Mil Impressões é outro tipo de divulgação do Marketing de Afiliados.

Esse tipo de divulgação só é usado para anúncios em formato de banner de publicidade.

Ou seja, o afiliado recebe dinheiro cada vez que atingir mil impressões do banner do anunciante em seu blog ou em sua página da rede social.

Essa contabilidade é feita sempre que um usuário acessa a página onde o banner do anúncio está sendo exibido, seja no final do conteúdo ou na lateral da página.

Por esse motivo, a geração de tráfego é extremamente importante, afinal, quanto mais visitantes acessando a sua página, mais impressões serão contabilizadas e maior será a sua remuneração.

Custo por Venda (CPV)

No tipo de divulgação CPV, o afiliado recebe uma remuneração por cada venda realizada.

Nesse tipo de divulgação, o afiliado não recebe dinheiro por cada clique, dessa vez, o usuário precisa realizar a compra do produto.

Ou seja, o afiliado precisa divulgar bastante o produto em seus canais de comunicação e converter o usuário em cliente, para que, com cada venda, ele receba uma remuneração.

Na divulgação CPV, o afiliado recebe uma comissão por cada venda que realizar a partir do seu link exclusivo de afiliado.

Mas, nesse tipo de divulgação, o afiliado precisa ter uma audiência formada e com bastante influência sobre ela, pois, dessa forma, vai conseguir realizar mais vendas.

Custo por Lead Válida (CPL)

O tipo de divulgação de Marketing de Afiliados CPL é quando o afiliado recebe uma remuneração por cada ação válida que o usuário fizer.

Ou seja, o afiliado recebe dinheiro quando, depois de clicar, o usuário realizar uma ação que gere valor para o anunciante, como por exemplo, quando o visitante é convertido em lead.

Custo por Formulário (CPF)

No Custo por Formulário, o afiliado é remunerado sempre que o usuário preencher um formulário, deixando os seus dados para contato.

Não importa o tipo de formulário seja. Pode ser um formulário complexo, em que o usuário precisa preencher várias informações e responder diversas perguntas ou um formulário simples, com nome e e-mail.

Nesse tipo de divulgação, a empresa ou produtor paga por cada formulário registrado.

Canais de divulgação de um produto

Depois de definir o formato do anúncio no Marketing de Afiliados, é hora de escolher os canais para divulgar o seu produto.

Veja a seguir quais são os principais canais de divulgação de um produto.

Redes Sociais

Um dos canais mais eficientes para a fazer divulgação de um produto são as redes sociais.

Nelas, o afiliado consegue ter um alcance incrível de possíveis clientes e, através de um conteúdo de qualidade, é possível influenciar fortemente o público.

É através das redes sociais que os influenciadores digitais geram muita renda fazendo publicidade de produtos.

As redes sociais mais utilizadas para fazer anúncios e publicidade de produtos são o Facebook, o YouTube e o Instagram, mas outras como o Twitter e o Pinterest também são utilizadas para essa finalidade.

Você precisa identificar em qual dessas redes sociais o seu público-alvo está, antes de fazer algum investimento.

As redes sociais também ajudam a gerar engajamento, o que é um item muito importante no Marketing de Afiliados.

Isso porque o engajamento potencializa a conversão de leitores em leads e leads em clientes.

Além disso, é através do engajamento que o afiliado consegue fazer com que o usuário realize uma ação, de maneira mais fácil.

As redes sociais aproximam afiliados e público-alvo, por isso, escolha trabalhar com produtos que você goste e que tenham a ver com a sua personalidade, pois o público percebe quando é verdadeiro e passa a confiar em você.

E-mail marketing

Engana-se quem pensa que o e-mail marketing é uma estratégia que não é mais utilizada ou que está deixando de gerar resultados.

Muitas empresas ainda usam o e-mail marketing como canal de divulgação de um produto ou serviço e continuarão usando por muito tempo.

O e-mail marketing é um meio de o afiliado abordar o futuro cliente sem ser invasivo ou inconveniente, afinal, o usuário permitiu o contato quando deixou seu e-mail em troca de algum material interessante.

É importante que você não envie somente ofertas do produto, para não incomodar o futuro cliente, correndo o risco de perdê-lo de vez.

Envie conteúdo de valor para a sua lista e, com o tempo, ganhará credibilidade e confiança, aumentando as suas chances de realizar uma venda.

Blog

Ter um blog é uma das melhores (se não a melhor) estratégias de marketing de afiliados.

Isso porque, como já falei várias vezes e não canso de repetir, o blog é seu, e um negócio construído em uma plataforma totalmente sua, onde você é quem dita as regras, publica o que quiser (com bom-senso, é claro), é mais seguro e você pode investir sem medo.

Ao contrário do uso de plataformas de terceiros, como o Facebook, por exemplo, em que você constrói todo o seu negócio, mas que pode ser bloquedo ou até banido caso desrespeite as regras impostas pelos donos.

Você pode usar o blog para publicar conteúdo útil e de qualidade para o público que você deseja atingir e ainda acrescentar quantos links achar necessário, sem ser punido por isso, o que não é possível em plataformas de terceiros.

Você pode monetizar o conteúdo do seu blog de algumas formas, como:

  • Deixando o seu link de afiliado no decorrer do conteúdo;
  • Colocando banners nas laterais ou no final da página;
  • Criando conteúdo relacionado com o produto ou serviço que você promove (resenhas, por exemplo).

A dica aqui é atrair tráfego, tanto pago quanto orgânico.

Quanto mais valor você oferecer ao seu público-alvo através do conteúdo do seu blog, mais tráfego orgânico você vai conseguir atrair.

Uma estratégia muito eficiente para atrair tráfego orgânico para o seu blog é através do uso de estratégias de SEO (Search Engine Optimization), que em português significa “Otimização para Mecanismos de Busca”.

Benefícios do Marketing de Afiliados

Acredito que um dos maiores benefícios de trabalhar com Marketing de Afiliados é que ele gera lucro tanto para a empresa (ou produtor) quanto para o afiliado.

Outro benefício do Marketing de Afiliados é que, por não ser uma estratégia invasiva, que incomoda as pessoas, ele gera mais vendas e fidelidade dos clientes.

Isso porque o Marketing de Afiliados oferece mais do que um produto ou serviço, ele gera valor para o consumidor, através de conteúdo rico e interessante para o público-alvo.

Por isso que no Marketing de Afiliados não há tanta resistência quanto em relação a anúncios invasivos e que são disparados aleatoriamente e de maneira insistente.

Outro benefício do Marketing de Afiliados é não precisar investir muito para começar o seu negócio.

Aliás, há várias plataformas de afiliação onde você pode se afiliar a um produto sem precisar pagar nada por isso, como é o caso da Hotmart, da Monetizze e da Eduzz.

Mais um dos diversos benefícios do Marketing de Afiliados é que você pode trabalhar em praticamente qualquer canal digital, como blog, e-mail marketing, redes sociais…

E, se você já tiver uma audiência formada em algum desses canais, melhor ainda, pois já terá “meio caminho andado”.

A partir daí basta aplicar as estratégias para gerar tráfego e criar engajamento.

Vantagens e desvantagens de trabalhar com Marketing de Afiliados

Apesar de eu ter acabado de citar alguns benefícios do Marketing de Afiliados, posso dizer que nem tudo são flores.

Falo isso porque o Marketing de Afiliados, apesar de oferecer diversas vantagens, também traz algumas desvantagens para quem se dispõe a trabalhar com ele.

É importante que você conheça não só o lado bom, mas também o lado desvantajoso do Marketing de Afiliados, para que não entre nesse mercado com as expectativas lá no alto e se decepcione depois.

Além disso, conhecer as desvantagens do Marketing de Afiliados vai te deixar mais preparado para enfrentar os desafios e superá-los com mais profissionalismo e eficiência.

Dito isso, segue as vantagens e desvantagens de trabalhar com Marketing de Afiliados.

Vantagens de trabalhar com Marketing de Afiliados

Baixo investimento para começar

Para trabalhar como afiliado você não precisa desembolsar rios de dinheiro.

Praticamente tudo que você vai precisar para trabalhar com o Marketing de Afiliados é disponibilizado de maneira gratuita, começando pela inscrição e afiliação nas plataformas especializadas até a estrutura de um canal para trabalhar a divulgação do produto.

Claro que se você quer um negócio mais profissional e que gere mais resultados, você pode investir em estruturas pagas, como hospedagem do site ou até anúncios, mas nada disso é obrigatório. 

Como afiliado você também não vai precisar estocar nada, portanto, já não terá esse gasto. 

Também não precisará construir uma estrutura física ou contratar colaboradores, pelo menos não para começar.

Não precisa criar um produto

No Marketing de Afiliados você não precisa se preocupar em criar um produto, pois basta escolher um dos inúmeros existentes nas plataformas de afiliação e começar a divulgar em seus canais de comunicação.

O que você precisa se atentar na hora de escolher um produto para se afiliar é que ele esteja relacionado com o nicho de mercado que você escolheu trabalhar.

Afinal, não adianta você ter um blog de marketing digital e divulgar um produto de emagrecimento.

Não precisa ser um especialista

Para trabalhar com Marketing de Afiliados você também não precisa ter nenhum certificado de especialista ou algum treinamento sobre o assunto.

Claro que é sempre melhor ter mais conhecimento, mas tudo o que você precisa para começar no Marketing de Afiliados está disponível na internet (como este artigo que você está lendo, por exemplo).

É cada vez mais fácil encontrar materiais interessantes sobre Marketing de Afiliados que podem te ajudar a se desenvolver como profissional e conseguir gerar muitas vendas.

Mas, se o que você quer é se desenvolver como profissional e gerar muito lucro, eu o aconselho a fazer um treinamento para aprender tudo o que precisa.

Não precisa oferecer suporte ao cliente

Como afiliado você também não vai precisar oferecer um serviço de suporte ao cliente, pois a empresa ou o produtor é quem fica responsável por essa parte também.

O seu trabalho como afiliado é gerar tráfego e realizar vendas.

O relacionamento que você terá com o cliente é relacionado ao conteúdo e ao uso do produto, por exemplo. 

Mas, questões burocráticas como estorno, devolução, desbloqueio de acesso ou qualquer coisa desse tipo, não serão responsabilidade sua.

Você pode acompanhar os resultados em tempo real

Outra vantagem de trabalhar com o Marketing de Afiliado é que você pode acompanhar as suas métricas em tempo real.

Ou seja, você poderá acompanhar a quantidade de cliques, de formulários preenchidos, de leads gerados, de vendas realizadas…

Você faz esse acompanhamento na plataforma onde você se afiliou.

Poder acompanhar os seus resultados em tempo real vai ajudá-lo a tomar decisões mais assertivas, o que poderá impulsionar as suas vendas.

Desvantagens de trabalhar com Marketing de Afiliados

Como falei anteriormente, o Marketing de Afiliados não é feito somente de benefícios.

Como em tudo na vida, há o outro lado da moeda.

Você já conheceu algumas vantagens do Marketing de Afiliados, conheça agora as desvantagens.

Demora a ver os resultados

Se você entrou ou quer entrar no Marketing de Afiliados achando que terá grandes resultados em curto prazo, esqueça!

Trabalhar com Marketing de Afiliados exige esforço e paciência, pois os resultados não aparecem da noite para o dia.

Em alguns casos, você vai precisar realizar muitas vendas para começar a ganhar dinheiro.

Mas, o lado bom disso é que, mesmo que demore a ter resultados, você estará construindo um negócio sólido e que em longo prazo trará resultados significativos.

Você precisa ter algum conhecimento sobre tráfego (orgânico e pago)

Para que o seu trabalho com Marketing de Afiliados dê certo você precisa entender um pouco sobre tráfego.

Pois é através da geração de tráfego que você conseguirá realizar suas vendas e receber as comissões.

É importante que você entenda uma coisa: Sem tráfego, sem vendas!

Para que você consiga vender o produto ao qual você se afiliou, é necessário gerar tráfego para o seu canal de comunicação, seja um blog, uma página nas redes sociais…

Você tem a possibilidade de gerar tráfego orgânico através do seu conteúdo (eu o aconselho a fazer isso) e tráfego pago, através de anúncios.

Você precisa ter algum conhecimento sobre publicidade

Embora eu tenha falado que você não precisa ser um especialista na área do Marketing de Afiliados, isso não quer dizer que você não precise ter algum conhecimento sobre algum tema que possa te ajudar no seu trabalho, como é o caso da publicidade.

Por exemplo, se você decidir trabalhar com anúncios, vai precisar entender um pouco sobre publicidade para fazer anúncios e utilizar ferramentas como o Google AdWords.

Entender um pouco sobre publicidade vai facilitar o seu trabalho, acredite.

Você precisa ter conhecimento sobre blogs

Para ter sucesso com Marketing de Afiliados você não precisa entender de programação, ainda mais com a facilidade que você terá se utilizar o WordPress para construir o seu blog, pois é uma plataforma intuitiva, simples de usar e muito eficiente.

Mas, mesmo sem precisar entender de programação, você precisa saber trabalhar com plugins, banners, links, além de criação de conteúdo e estratégias de SEO.

É necessário se adaptar rapidamente

Algumas redes de publicidade mudam as suas regras de maneira constante e, por causa disso, você precisa estar sempre se adaptando às mudanças.

Algumas plataformas não permitem que o afiliado faça campanhas de e-mail marketing ou publicidade em redes sociais, por exemplo.

Por isso que você precisa estar buscando sempre novas soluções para fazer divulgação dos seus produtos e poder ter bons resultados.

Existem cronogramas de pagamentos

Um item que eu posso citar como desvantagem no Marketing de Afiliados é o cronograma de pagamento.

Ou seja, em alguns programas de afiliados você só poderá sacar as comissões por suas vendas quando atingir determinado valor.

Para quem já está no mercado há algum tempo, isso é apenas um detalhe, mas, para o afiliado que está apenas começando seu negócio essa questão pode ser um problema.

Um exemplo disso é o Google Adsense, que só libera pagamentos de comissões a partir de $100 dólares.

As melhores plataformas de afiliados

Hotmart

A primeira plataforma que eu recomendo como uma das melhores é a Hotmart.

A Hotmart é uma plataforma especializada em hospedagem e vendas de produtos digitais.

Além disso, a Hotmart disponibiliza produtos de muitos nichos diferentes, como marketing digital, emagrecimento, gastronomia, artesanato, entre vários outros.

Isso faz com que você tenha um leque de opções para você encontrar o produto ideal para você se afiliar.

Então, escolha um produto que esteja relacionado com o nicho de mercado que você decidiu trabalhar e que tenha a ver com o seu público-alvo.

A Hotmart permite que você realize suas vendas para qualquer lugar do mundo, o que aumenta e muito o seu alcance.

Além disso, a Hotmart também oferece produtos com comissões que chegam a 80%, o que é uma grande vantagem para o afiliado.

Eduzz

A plataforma Eduzz funciona parecido com o sistema da Hotmart, pois também disponibiliza produtos digitais para afiliação.

A comissão para os afiliados é paga a partir de dois dias após a realização da venda.

Monetizze

Enquanto as plataformas Hotmart e Eduzz disponibilizam produtos digitais para afiliação, a Monetizze disponibiliza tanto produtos digitais quanto produtos físicos.

A Monetizze oferece diferentes tipos de comissão para o afiliado escolher.

Entre esses tipos de comissão estão os pagamentos recorrentes, a venda única e as remunerações progressivas.

Obs.

As plataformas de afiliados são excelentes para monetizar produtos, não só para afiliados, mas para produtores também.

Portanto, se você tem um produto ou se deseja se afiliar a um, em uma dessas plataformas você vai encontrar o que precisa.

Boas Práticas no Marketing de Afiliados

É importante que o profissional que está entrando no Marketing de Afiliados (ou mesmo quem já trabalha) saiba que há algumas regras a serem seguidas que podem ajudá-lo em todo o processo e ter sucesso no nesse mercado.

Se você entender as boas práticas do Marketing de Afiliados suas chances de cometer erros serão reduzidas, o que aumenta (logicamente) a sua capacidade de acertar.

Não importa se você vai trabalhar com um blog, criando a sua própria audiência ou se vai escolher trabalhar apenas com anúncios pagos, as boas práticas do Marketing de Afiliados servem para todos.

Confira a seguir.

#1 Escolha a melhor estratégia para você

Você tem duas estratégias para escolher trabalhar no Marketing de Afiliados, que são: divulgar o produto em um site ou blog ou trabalhar com anúncios.

Você precisa escolher a estratégia que vai usar para saber se vai precisar criar um site ou blog, o que fará necessário a criação de conteúdo e aplicação de estratégias de SEO.

E, caso você decida trabalhar com anúncios, vai precisar criar anúncios em plataformas como o Facebook Ads e Google AdWords.

#2 Escolha um produto com cuidado

É importante saber que nem todo produto é confiável.

Entre bons produtos no mercado, há aqueles que possuem muitos registros de reclamações e até acusados de serem fraude ou enganação, que possuem promessas impossíveis de serem cumpridas.

Portanto, tome bastante cuidado quando for escolher um produto para promover.

Você pode pesquisar e obter mais informações sobre o produto no Google, avaliações, resenhas, reclamações… antes de se afiliar.

O seu sucesso no Marketing de Afiliados está diretamente relacionado com a escolha do produto certo. 

Se o seu produto é confiável e de qualidade, ele se consolidará no mercado. Se for ruim, o resultado é o contrário.

#3 Procure entender o seu público

Para que uma pessoa tenha sucesso no Marketing de Afiliados, ela precisa entender o que o público quer e como é o comportamento dele dentro do seu blog.

Se você não conhecer o público que deseja atingir, suas ações de marketing não serão eficientes e você vai perder tudo que investiu.

Tanto o conteúdo do seu blog quanto os anúncios que você fizer precisam ser relevantes para o seu público, ou você não terá bons resultados.

Os mecanismos do Google contextualizam o conteúdo de sites e blogs com os anúncios. 

Daí você já percebe como realmente é importante criar anúncio e conteúdo relevantes para a sua audiência.

#4 Crie conteúdo relevante para o seu público

O consumidor está cada vez mais exigente e, por isso, não se convence tão facilmente com um anúncio no seu blog ou nas redes sociais.

Se antes o consumidor não tinha voz ativa no processo de compra, hoje ele é o centro desse processo.

Portanto, não se limite a colocar um banner na lateral da sua página ou no final do conteúdo.

O público quer mais do que isso.

Antes de realizar uma compra, o usuário faz pesquisa, lê resenhas e avaliações sobre o produto e ainda procura saber se tem alguma reclamação sobre ele, em sites como o Reclame Aqui.

Se você publicar conteúdo relevante, que esteja relacionado com o produto que você promove, você conquistará uma audiência fiel e, através de um relacionamento de confiança, o usuário vai comprar de você.

Se a sua audiência confiar em você, toda vez que ela pensar em comprar um produto, ela vai procurar saber se você vende ou o que você recomenda.

E essa confiança se conquista através de conteúdo relevante e de qualidade, que agregue valor ao público.

Crie conteúdo relevante em seu blog sobre o produto que você promove.

Explique como ele funciona, a melhor maneira de usá-lo, os benefícios que ele oferece… 

Quando você tiver uma audiência bastante engajada com o seu conteúdo, vai perceber o poder que as suas recomendações terão.

#5 Crie anúncios relevantes

Achou estranho a ideia de criar anúncios relevantes?

Muita gente acredita que os anúncios não precisam ter relevância para o público e que disparar anúncios por aí vai gerar muitas vendas.

Mas, isso não é verdade.

A verdade é que muitos afiliados promovem seus produtos através anúncios no Facebook Ads e no Google Ads por exemplo, sem pensar se aquele produto é relevante para o seu público.

Inclusive, alguns afiliados mal-intencionados usam estratégias enganosas para fazer com que o público clique no anúncio 

Mas, quando essa estratégia funciona, dura pouco tempo, pois esse tipo de afiliado não consegue construir um negócio sólido, que gere resultados em longo prazo, muito menos uma audiência fiel.

Quando for criar seus anúncios, pense no longo prazo, escolha utilizar uma comunicação eficiente e relevante, pensando em seu público-alvo e terá sucesso de verdade.

#6 Teste outros programas e ofertas

Mesmo que o programa de afiliados que você está usando esteja gerando bons resultados, isso não o impede de testar outros e testar novas ofertas também.

Claro que, como em time que está ganhando não se mexe, continue com o que já está dando certo como foco principal de sua estratégia.

Mas você pode experimentar outras ofertas para ampliar suas chances de gerar mais renda.

Aliás, fazer testes é um item muito importante no Marketing de Afiliados e no marketing digital como um todo.

Escolha dois ou três programas de afiliados para promover e faça testes para saber qual gera mais resultados.

Essa estratégia é mais indicada para quem já está no mercado há algum tempo.

Engana-se quem pensa que todos os programas de afiliados são iguais.

Nem todos os programas de afiliados possuem o mesmo nível de conversão.

Há programas de afiliados que pagam as comissões ao afiliado por semana, outros por mês, alguns pagam no primeiro clique, outros no último.

Alguns programas possuem cookie de 24 horas, outros de 7 dias, outros de 30 dias…

Essas diferenças entre os programas de afiliados são capazes de gerar resultados extremamente diferentes uns dos outros.

O volume de conversão entre um e outro pode ser bem diferente, dependendo da página de vendas de um determinado produto.

Por isso que é tão importante testar diferentes programas e ofertas e comparar os resultados gerados.

#7 Tenha paciência

Ter paciência para esperar os resultados de todos os seus esforços com o Marketing de Afiliados é fundamental para que você não desista do seu negócio.

Trabalhar com um blog, criando conteúdo, atraindo tráfego orgânico, construindo lista de e-mail… tudo isso exige uma boa dose de paciência e persistência.

No início o afiliado geralmente fica empolgado quando gera uma venda e vê o pagamento da comissão caindo em sua conta.

Mas, muitas vezes se decepciona por não ver grandes resultados.

Isso é completamente normal.

Os resultados dos seus esforços como afiliado vêm com o tempo e serão sustentáveis.

Você pode demorar um bom tempo até conseguir trabalhar somente com o Marketing de Afiliados, mas a sua estrutura será sustentável e crescente.

É importante que você seja paciente e persistente.

Dessa forma, você verá seus resultados começarem a aparecer.

Aproveite o início e aprenda tudo que você puder sobre o mercado de Marketing de Afiliados e use tudo isso a seu favor.

Teste, teste e teste sempre! Compare os resultados de tudo que você testar até encontrar as estratégias que geram os melhores resultados para o seu negócio.

#8 Use diferentes fontes de tráfego para promover seu produto

Não se detenha às estratégias que você já sabe que funcionam.

Como já citei antes, você não precisa abandonar a estratégia que está dando certo. Isso seria um grande erro.

O que estou dizendo é que você deve utilizar novas fontes de tráfego para promover o seu produto e verificar os resultados.

Eu entendo que muitos afiliados, principalmente os que estão iniciando no mercado, costumam usar estratégias que estão dando certo e têm receio de usar outra e não obter bons resultados.

Mas testar novas estratégias é essencial para o sucesso de qualquer negócio.

Você pode estar perdendo a oportunidade de gerar ainda mais conversões por medo de tentar algo novo.

É importante lembrar que há diferentes formas de promover um produto como afiliado.

Por isso, é aconselhável utilizar diferentes fontes de tráfego e diferentes maneiras de promover um produto.

Testar tudo que você puder para encontrar as melhores estratégias para o seu negócio é fundamental para o seu sucesso no Marketing de Afiliados.

Diversificar é o que pode fazer o seu negócio como afiliado sobreviver e se desenvolver dentro de um mercado tão competitivo como o Marketing de Afiliados.

Aliás, não é recomendável depender de uma única fonte de tráfego ou de uma única fonte de divulgação, pois essa fonte pode se esgotar e o seu negócio sair bem prejudicado.

Diversificar a fonte de tráfego e de divulgação é uma estratégia inteligente e eficaz.

Marketing de Afiliados –  Tipos de abordagens

No Marketing de Afiliados não há somente um tipo de abordagem, mas sim vários tipos de formas de trabalhar e que gera bons resultados.

O mercado de afiliados possibilita que sejam criados diferentes tipos de negócios e cabe a você escolher o que mais adequado para o seu caso.

Então, confira a seguir os diferentes tipos de abordagens do Marketing de Afiliados.

Blog de conteúdo e tráfego orgânico

Muitos afiliados geram renda através da criação de conteúdo no blog, através do tráfego orgânico.

Através de um blog o afiliado vai divulgar o produto dentro do conteúdo publicado e, através de um conteúdo interessante e de qualidade, ele gera tráfego orgânico para aumentar as vendas.

Sites de nicho

Engana-se quem pensa que somente os grandes nichos de mercado geram renda, como por exemplo, os nichos de emagrecimento, de marketing digital e de maquiagem.

Nichos menores são bastante rentáveis e até mais fáceis de trabalhar, principalmente se você está começando agora, pois a concorrência é menor e você pode trabalhar com foco em um público mais específico.

Muitos afiliados estão trabalhando com nichos menores e gerando muita renda através de estratégias de marketing aplicadas em um blog ou site.

Sites de reviews de produtos

Sites especializados em fazer comparação e reviews de produtos são outro tipo de abordagem bem comum no Marketing de Afiliados.

Esse tipo de abordagem funciona comparando preços de milhares de produtos e lojas diferentes e convencendo o consumidor a comprar o produto na loja que ele indicar, utilizando o link de afiliado.

É muito comum encontrar sites que fazem reviews e comparação de celular, tablet, notebook, entre outros aparelhos eletrônicos.

Não importa o tamanho do site, do mais popular até um blog recém-criado, esse tipo de conteúdo atrai usuários interessados.

Sites de aplicativos

Outro tipo de abordagem bastante popular é o de comparação de aplicativos.

Essa também é uma maneira de trabalhar com Marketing de Afiliados.

Muitas pessoas estão promovendo aplicativos e usam um site ou blog para fazer comparação e review desses aplicativos.

Essas pessoas se afiliam a alguns aplicativos e ganham comissões cada vez que um usuário faz o download.

Divulgação de produtos digitais

Outra abordagem do Marketing de Afiliados é a divulgação de produtos digitais.

No mercado há diversas plataformas de afiliação de produtos onde você pode se cadastrar, escolher um produto para se afiliar e começar a promover através do link exclusivo de afiliado.

Essa é uma ótima maneira de gerar muita renda, pois há produtos que oferecem até 80% de comissão.

O mercado de infoprodutos está cada vez mais consolidado em todas as partes do mundo.

Então, se você quer entrar para o mundo do Marketing de Afiliados, divulgar produtos digitais é uma ótima oportunidade.

Publicidade paga

Além de promover produtos através da criação de um blog, você também pode trabalhar como afiliado divulgando produtos através de anúncios no Facebook Ads, no Google AdWord ou em outras plataformas especializadas.

Eu recomendo fortemente a criação de um blog para trabalhar com Marketing de Afiliados.

Isso porque toda a estrutura de trabalho que você criar estará segura em uma plataforma que é sua e não de terceiros e tudo que você fizer vai gerar resultados em longo prazo.

Isso não quer dizer que você não possa trabalhar com publicidade paga também.

Aliás, muita gente prefere trabalhar apenas com anúncios e não criam nenhuma estrutura para o seu negócio, o que é bastante arriscado, afinal, a plataforma de terceiros não oferece muita segurança.

Passo a passo para ser um afiliado

Você entendeu como é vantajoso trabalhar com Marketing de Afiliados e, por isso, vou deixar um passo a passo para você aprender como ser um afiliado.

Passo #1 Escolha uma plataforma de afiliados

Atualmente há várias plataformas especializadas em afiliações de produtos físicos e digitais.

Neste artigo você pôde conferir as melhores plataformas de afiliados.

Avalie qual é a melhor para você e para os seus objetivos profissionais.

Como já falei aqui, a Hotmart é focada no mercado de produtos digitais e oferece comissões de até 80% do valor da venda.

Ao mesmo tempo, há outras plataformas que oferecem apenas 4 a 8%.

Passo #2. Escolha um produto para se afiliar

O segundo passo para trabalhar com Marketing de Afiliados é escolher um produto para se afiliar e começar a divulgar.

Mas não é qualquer produto que você vai escolher.

Antes de escolher um produto, você precisa levar alguns pontos em consideração, como a persona do seu negócio, o valor do produto e a porcentagem da comissão, se o produto é de qualidade…

Se você criou um blog que fala sobre marketing, você não vai se afiliar a um produto sobre emagrecimento.

Você precisa escolher um produto coerente com o negócio que você construiu, com o tema do seu blog e com o conteúdo que você publica.

Eu o aconselho a conhecer a fundo o produto antes de promovê-lo, para confirmar se realmente é um produto confiável e de qualidade.

Afinal, você não vai querer perder a credibilidade e a confiança que conquistou com a sua audiência, promovendo um produto ruim, que não cumpre o que promete, não é mesmo?

Se for possível, compre o produto e use-o para testar e ter propriedade para falar dele para a sua audiência.

Mas, há outras formas de saber se o produto é bom, como na plataforma da Hotmart, por exemplo, em que você pode verificar a pontuação do Blueprint, que é um índice que qualifica os produtos de acordo com as informações que o produtor cadastra na plataforma.

Portanto, quanto mais detalhes tiver sobre o produto e com informações qualificadas, maior será a pontuação.

Passo #3 Eduque a sua audiência/ Promova o seu produto

Eduque a sua audiência sobre o produto que você promove.

Você pode fazer isso através da publicação de conteúdo de valor para a sua audiência e que esteja relacionado com o produto que você quer vender.

Além de artigos no blog, ofereça também outros materiais ricos, como e-books, infográficos, podcast, publicações em stories em redes sociais, vídeos no Youtube, entre outros.

Aproveite todos os canais de comunicação que você possui e que a sua audiência esteja presente e faça enquetes, por exemplo, para gerar engajamento e você poder ouvir a sua audiência e conhecer as necessidades e desejos do seu público.

Passo #4 Trabalhe com anúncios

Um passo que não é obrigatório, mas que você pode investir e gerar resultados ainda melhores é trabalhar com publicidade paga.

Enquanto você estiver trabalhando a sua estratégia orgânica, nada impede que você use anúncios para conseguir resultados mais rápidos.

Mas lembre-se de que o consumidor está cada vez mais exigente e que é hoje o centro de todo o processo de compra.

Portanto, se você deseja trabalhar com publicidade paga, cuide para que os anúncios sejam coerentes com o seu público-alvo.

Conclusão

Neste artigo você viu como o Marketing de Afiliados é uma estratégia que gera ótimos resultados para todas as pessoas envolvidas, como produtores, afiliados e consumidores.

Agora que você já sabe o que é Marketing de Afiliados, como começar, quais são as melhores plataformas de afiliação e tudo mais que você precisa saber para entrar nesse mercado, está na hora de colocar tudo isso em prática.

Estude, faça testes, coloque tudo em prática, acompanhe os resultados e não pare de se atualizar.

O mercado do Marketing Digital veio para ficar e está sofrendo mudanças a todo momento.

Com o Marketing de Afiliados não seria diferente, portanto, se você não quer ficar para trás, mantenha-se atualizado e realizando boas práticas para chegar sempre ao próximo nível.

Deixe um comentário